domingo, 30 de novembro de 2014

Último domingo de novembro

Tenho para mim que hoje vou passar o dia no sofá, quentinha, a ver filmes, comer chocolate e beber chá. Está mesmo a apetecer-me ter um dia assim, após estas semanas exaustivas de trabalho.

Bom domingo!

sábado, 29 de novembro de 2014

Foram todos às compras

O shopping estava caótico, parece que a maioria dos lisboetas decidiu ir fazer compras de natal.
Eu fui uma dessas, decidi aproveitar as promoções deste fim de semana e feitas as contas poupei 150 euros, juro!
Ainda me faltam 3 prendas, sei o que vão ser, mas são as mais especiais de todas, por isso preciso de esperar pelo dia do pagamento!

No final, ainda comprei uma prenda para mim. Conseguem adivinhar o que foi?

quarta-feira, 26 de novembro de 2014

Os meus filmes favoritos de natal

Honestamente, gosto de todos os filmes que seja natalícios e que revelem o espírito de natal, mas tenho dois que adoro, que já vi imensas vezes e continuo a ver.


Esta versão, não a mais recente, adoro esta! Adoro!


Este filme dava na tv quando era mais nova. Via-o todos os anos, adoro. Acho que capta bem a necessidade de acreditar, de ter fé. A magia do natal!


segunda-feira, 24 de novembro de 2014

Pergunta para matar a minha curiosidade

Qual é o vosso filme favorito de natal?


Coisas que não consigo fazer

Comer pão com manteiga. Consigo comer torradas com um pouco de becel e a manteiga tem de derreter completamente.
Não consigo suportar cheiro a manteiga e muito menos pensar em comê-la, honestamente. Coisas parvas minhas!


domingo, 23 de novembro de 2014

Das prendas

Fiz as primeiras compras de natal. Hoje, acabei por comprar um casaco ao meu pai, já que se queixava de falta de casacos. É um facto que gastei mais do que pensava para ele, já que a ideia inicial era uma camisola, mas já que queria um casaco, a minha pessoa fez-lhe a vontade. Comprei também três lembranças nas sephora, um miminho para as namoradas dos meus primos, e um mimo também para a do meu irmão. 
Até agora é isto. Faltam várias ainda, e para algumas ainda não tive ideia alguma. 

Bom dia





Aqui fica uma música que me dá sempre vontade de pular e dançar como se não houvesse amanhã. Achei que era uma boa maneira de começar este domingo!



Bom domingo!

sábado, 22 de novembro de 2014

E sem dar por isso

O sábado chegou ao fim. Consegui fazer muita coisa hoje, fui às compras, passiei um bocado, fiz relatórios de avaliação intercalar de 18 alunos (faltam-me fazer 4, amanhã penso nisso) e ainda vi um episódio de uma série.
Estou cansada, a sério que sim, bastante. Por um lado, o sábado chegou ao fim rápido, mas por outro, parece que durou muito tempo o dia.
E o vosso? Foi um sábado proveitoso ou nem por isso?

O meu novo chapelinho é um mimo!

Não sou pessoa de chapéus de chuva, mas, honestamente, graças à chuva que tem estado sentia-me com necessidade de ter um chapéu dos grandes, já que o meu pequeno deixou de ser o suficiente. O problema é que sou muito esquisita com os chapéus, nem sei bem porquê. 
Fui à Ale-Hop, loja que eu carinhosamente chamo de "a loja da vaca" e vi uns chapéus giríssimos! Havia vários por onde escolher, mas acabei por optar por um preto com letras musicais brancas. Achei-o imensamente giro!
Cheguei à caixa e a senhora perguntou-me assim:
-Experimentou usar água no chapéu?
-Água? Não. Eu abri-o para ver se estava bom, mas água não.
E pensei para mim mesma: como raio ia eu usar água no meio da loja, cuspia para cima do chapéu?
Então, a senhora da caixa agarrou num esguicho e molhou um bocado do chapéu. As notas ganharam vida! Bom, não. Não ganharam vida no sentido de estarem vivas, ganharam vida porque ficaram coloridas!
Então, o meu chapéu fica com notas coloridas quando está molhado e voltam a ficar brancas quando está seco.
Claro está que quero que chova rápido, só para ver as notas ficarem coloridas! Depois pode voltar a não chover!


Comprei também uma mesa portátil para poder estar com o computador portátil na cama.


Com cor, porque pretende-se é coisinhas alegres para ver se alegra a malta!




quinta-feira, 20 de novembro de 2014

Há mais de um mês .....

Que todos os dias vou a uma pagina do facebook criada porque três labradores desapareceram na zona de Bucelas. Os cães ainda não foram encontrados, apesar do tempo que passou. Venho partilhar a página deles aqui, talvez quantas mais pessoas virem as fotografias e a página, ajude.




Das coisas que não tenho feito

Os livros para ler amontoam-se na mesa de cabeceira.
Os episódios das séries estão a não ser vistos e nem sei já às quantas andam.
Os papéis continuam, quase dois meses depois, em cima da mesa do pc para serem arrumados algures.
Tenho as camisolas arrumadas em gavetas que não são delas.
Honestamente, sinto que no último mês, em casa, só janto, já que nem sempre almoço, e durmo.

quarta-feira, 19 de novembro de 2014

Da magia Disney

Acabei de ver o novo trailer do filme Cinderella que vai estrear no próximo ano. Parece-me muito como o filme infantil com o mesmo nome. Gostei muito, muito do trailer. 
Espero conseguir ir ver este filme, parece mesmo um conto de fadas real.

Vejam aqui o trailer

Chega depressa

Neste momento, já só conto os dias para dia 6 de dezembro. Será um sábado em que não trabalho e segunda é feriado! Três dias de folga!
Depois de hoje, preciso mesmo de descansar. Foram 12 horas no trabalho, com meia hora para almoço.


terça-feira, 18 de novembro de 2014

Irrita-me até ao tutano

O anúncio da Fanta com aquela música irritante.




O da Meo de natal com a repetição idiota da palavra "tablet".

Se tivesse ideias era giro

Todos os dias me pergunto: o que vou oferecer às pessoas pelo natal?

Mantenho-me sem resposta alguma. Está bonito, está!

segunda-feira, 17 de novembro de 2014

Das pequenas grandes surpresas

A meio da manhã, uma mãe de uma das minhas alunas apareceu no meu local de trabalho com um saco vermelho e outro verde. O vermelho para mim, o verde para a minha colega L.
Eram prendas, uma para cada uma de nós. Recebemos umas gatinhas amorosas feitas pela aluna e a mãe dela. Ambas com dedicatória e a minha diz assim:

Obrigada por estar sempre presente e me ajudar nos momentos mais difíceis. Guarde esta recordação com muito carinho. Beijinhos J.
My special teacher!

Foi algo que não esperava e me emocionou e aqueceu o coração. Os meus meninos são formidáveis, de facto.


A tentar ficar natalícia #1







Monday

Está um tempo que dá vontade de voltar para cama, especialmente quando acordei a sentir-me exausta. O dia será longo, houve mudanças no meu horário e só tenho 1 hora de almoço, por isso não virei almoçar a casa, então só chegarei a casa quase às 21h. O que vale é que é só hoje. 
Esta semana e as próximas duas serão o pior, já que vão começar os testes da segunda ronda. Mas depois, é a calmaria total e as atividades das férias de natal. Sei que vão passar rápido estas semanas, mas vou ficar tão ou mais exausta que as semanas que envolveram os primeiros testes. Porquê? Porque tenho mais horas de explicações.

Boa segunda-feira! 

domingo, 16 de novembro de 2014

"Deseja provar?"

Sou fã do Starbucks, fã assumida e quem me conhece sabe-o bem. Gosto dos frappuccinos no verão, e do chocolate quente com avelãs no inverno. Adoro o capuccino, em qualquer estação.
Mas, o que eu gosto mesmo é ir no shopping e um dos empregados oferecer um mini copinho de amostra de graça. Hoje aconteceu isso. Eles perguntam "Deseja provar?" Eu digo que sim e penso que queria era dois ou três daqueles.

Passando a publicidade:



É bom, especialmente porque não é muito doce!

"Aquilo é um acidente ou são luzes de carrossel?"

Era um carrossel, um daqueles pequenos, para crianças pequenas, um daquele onde eu raramente andava porque gostava dos carrosséis dos crescidos. Eu e a minha melhor amiga decidimos fazer uma paragem nessa mini feira e foi uma decisão muito boa. Aquele cheiro a inverno, sabem? Pão com chouriço, castanhas, farturas, são cheiros que eu associo ao inverno e naquela feira era esse o aroma que andava no ar.
Comi uma fartura, algo que adoro, tirámos uma foto polaroid e sorrimos. Foram uns minutos em que parecia que tudo o resto, a vida do dia a dia, não nos pertencia e tudo se resumia àquela alegria momentânea, criada pela presença dos aromas, das pessoas e do sol a pôr-se lá no horizonte.


Domingo de manhã

São quase 10 da manhã e parece que estou acordada há uma infinidade de tempo. Não sei bem o porquê, tenho dormido suficientemente bem, mas parece que nunca é o bastante. Deve ser cansaço acumulado.
Ontem, terminei de ler o livro. Espera por mim, a continuação do livro Se eu ficar, o tal que deu origem a um filme que eu queria muito ir ver, mas não fui. Adorei o livro. Quem me dera que tivesse mais uma continuação. 
Hoje será um bom dia. Infelizmente, amanhã já é segunda. Mas, há que aproveitar o hoje. Portanto, bom domingo!

sábado, 15 de novembro de 2014

Sábado de manhã

Muito bom dia, mundo! Animada, eu? Não exatamente. Acordei com sono, o que vem sendo uma tendência, e tenho de ir trabalhar até à hora de almoço. Ponto positivo: devem ir poucos meninos e será uma manhã calma.
Logo à tarde, espero acabar de ler o livro que comecei ontem, e que fez ir dormir fora de horas. E talvez ver algumas séries. E vocês? Planos para este sábado? 

quarta-feira, 12 de novembro de 2014

Pormenores meus

Estou há 15 minutos com um ataque de soluços! Raios, pá. Já de manhã, em pleno local de trabalho, tive um mini ataque destes. O meu problema é que nada me faz passar os soluços, posso estar assim meia hora, uma hora, o tempo que eles quiserem. Já estive quase uma hora, certa vez.

segunda-feira, 10 de novembro de 2014

Aquecer a alma

A minha sobremesa, após o jantar, foi:


São estas bebidas que me fazem adoro a Dolce Gusto e não trocá-la por uma Nespresso. Cafés há muitos, bebidas destas e Capuccino, nem por isso.

Foi há 45 anos atrás nos Estados Unidos


Que A Rua Sésamo estreou.
Em Portugal, foi anos depois e eu ainda me lembro de alguns momentos de alguns episódios.
A minha personagem favorita era o Conde de Contar porque rimava e eu achava muito engraçado.

São deste tempo? Ouviram falar?

domingo, 9 de novembro de 2014

Que tipo de pessoa sou#4


90% das noites sou freefaller
As restantes sou starfish


Das frases que ficam


The perks of being a wallflower

Rascunhos do meu coração


Always and forever

Ontem, foi dia de comprar calças

Sempre tive dificuldade em comprar calças, percorria loja e lojas e não gostava de me ver com nenhumas. Umas ficavam apertadas na cintura, outras super largas, justas ou folgadas. Era horrível. Mas então comecei a ir à Tiffosi. Bem sei que há calças que são caras, mas ficam-me bem e são confortáveis.
Ontem, graças ao meu sentimento de tristeza que não me largou, comprei três, sim três, pares de calças. Eu sou o tipo de mulher que corresponde àquela ideia de "mulher triste compra roupa". 
Foram três destas:


Em azul escuro, preto e cinzento.

Blue day


quinta-feira, 6 de novembro de 2014

Recebi o catálogo da Toys r'us

Lembra-me sempre quando era pequena e me davam catálogos destes e os meus avós diziam: marca o que gostavas de ter para escolhermos.
Eu escolhia muito bem, tinha direito a um brinquedo, por isso as escolhas tinham de ser as melhores. Escolhia sempre 5 ou 6, assim podiam decidir qual daqueles me compravam.
Passava dias e dias a sonhar com os brinquedos, olhava para o embrulho e tentava imaginar qual dos escolhidos era. A questão é que não era. Era sempre outro, porque ou não havia na loja, ou era caro, ou esqueceram do catálogo.

Desisti de escolher, deixei de me importar com o que recebia, até que um natal a minha mãe me disse que os meus avós me tinha comprado o boneco que eu queria. Lembro-me bem, era um bebé que fazia caretas e sons, como os bebés reais.
Realmente, nesse natal recebi o boneco que tanto queria. Fiquei tão feliz, tão feliz que lembro-me de sentir o coração cheio. Bom, como era bom demais para ser verdade, o boneco estava avariado e já não era possível trocar. Portanto, não fazia caretas, nem sons, nem nada. E a felicidade transformou-se em desilusão porque, uma vez mais, não tinha o único brinquedo que desejava.
Ainda guardo esse brinquedo, numa caixa na arrecadação e, honestamente, sempre que o vejo sinto-me triste e percebo que o natal nunca me ofereceu o que eu desejava, nem agora o faz. Ando com um desejo de natal há 5 anos, mas ele não se realiza. E não é prenda nenhuma, é o natal com que sempre sonhei. Se se realizasse eu seria tão eternamente feliz.

quarta-feira, 5 de novembro de 2014

Bom dia

O alarme tocou às 6.00, agarrei no telemóvel e pensei 'só mais 20 minutos'. Assim foi, mais 20 minutos no alarme e adormeci. Acordei logo depois com o som do despertador outra vez. Foram os 20 minutos mais rápidos de sempre. Não é justo!
O dia será longo e está frio, que eu já fui à rua e senti. São 7.10 e preciso de ainda tomar o pequeno-almoço, acredito que terá como acompanhamento um café, há dias em que preciso, logo de manhã de um café , mas é raro, felizmente.

Boa quarta-feira!

terça-feira, 4 de novembro de 2014

No meu trabalho

Um dos rapazes diz assim:
- Eu e o J. somos primos.
Eu: São? A sério?
-Sim, somos mesmo.
Eu: Não são nada! A sério?! Ah! Não sabia, ninguém me tinha dito ainda. São primos direitos?
Ao que um outro miúdos responde:
Não, eles são primos tortos.

Foi risada total, até eu achei imensa graça. E depois, como manter uma sala em silêncio se eles dizem coisas destas?

Parvoíces minhas

Um truque ridículo, mas tem resultado. O quê, perguntam vocês. Ter apenas e só 54 cêntimos na carteira. Esta realidade faz com que não vá comer um chocolate todos os dias. Como não preciso de dinheiro no dia-a-dia, as moedas que tinha na carteira iam sempre para os chocolates da máquina automática existente no local de trabalho. Pois, agora não. Há duas semanas que não como um chocolate e isso anda a fazer-me bem, especialmente à pele pois ando com menos borbulhinhas. 

Sei que, por vezes, preciso de um doce, mais não seja porque o meu horário de trabalho anda uma loucura (entrar às 8 ou 9 e sair entre as 20 e as 20.30), mas tenho o objetivo de continuar a não comer tantos doces como comia.

segunda-feira, 3 de novembro de 2014

Frases que vejo por aí


Assino por baixo!

Chuva, chuvinha

Cá está, a chuva sem parar.  Foi bom (not) chegar a casa molhada, porque achei que "ah e tal, talvez não chova", tirar a roupa e vestir o meu pijama quente e calçar as minha meias polares. 
Não gosto de chuva, porque detesto chapéus de chuva e o meu cabelo fica a parecer uma esfregona quando apanha chuva, mas adoro chegar a casa e vestir roupa quente. Muda logo a minha disposição.

domingo, 2 de novembro de 2014

Lanche de domingo à tarde

Sempre gostei de pão acabado de fazer, aquele ainda quente e que derrete a manteiga. Adoro. Há uns atrás, a minha avó mandou construir, na casa da terra, um forno a lenha, daqueles de pedra próprio para fazer pão (entre outras coisas). Eu imaginava-me a comer fatias de pão a fumegar, acabado de fazer, mas isso não aconteceu, pois não gosto do pão que ela faz, é muito seco. 
No entanto, realizei essa imagem em casa, graças a uma máquina de fazer pão, que faz pão fofinho e saboroso.
De vez em quando, lá vamos buscar a máquina e fazemos um pão. Hoje é um desses dias. Pão quentinho e chá, vai ser o meu lanche dentro de instantes.


O poder da primark

Já comprei bastantes coisas na Primark, especialmente calças. O meu problema com a Primark é que acho que a roupa perde a graça rapidamente, começa a alargar depressa e dura menos tempo. Comecei a optar por gastar mais 10€ numas calças, por exemplo, e durarem mais tempo do que comprar roupa de dois em dois meses.
No entanto, há algo pelo qual sou apaixonada, nesta loja. Os pijamas! Adoro-os! São lindos e confortáveis, e eu adoro dormir confortável. A juntar a isso, são em conta.
Hoje comprei mais um, vejam:


Adoro!

sábado, 1 de novembro de 2014

Que tipo de pessoa és tu?#4


Adorei a imagem. Digam de vossa justiça, fazem parte de que percentagem?

Respirar fundo e relaxar

É sábado? Boa! Fogo, tive uma semana longa. Nem vos conto como foi a minha quinta e não me quero lembrar da sexta. Só sei que cheguei a casa sempre com um humor horrível, com vontade de mandar todos à m*rda e de dormir, dormir muito. 
Hoje, ainda fui trabalhar de manhã, mas agora já estou a começar a sentir o fim de semana a apoderar-se de mim. 
Já agora, chegámos a novembro. Bolas, daqui a nada é natal. Estão ansiosos pelo natal? Eu não. Há alguns anos que deixei de estar. Enfim.