sábado, 2 de agosto de 2014

Desejos do meu coração

Encontrei a minha pasta de finalista da universidade, num roupeiro, na arrecadação. Entreti-me a ler as fitas e tive a certeza do que pensava: para aí metade daquelas pessoas não fazem parte da minha vida.

O sentimento pior nem foi esse, porque não me incomoda essa constatação. O pior foi não ter nenhuma fita escrita por ele. Quer dizer, nós ainda não nos falávamos na altura, portanto é normal. Só que gostava, mesmo muito, ter uma fita escrita por ele. Portanto, há a grande hipótese de um dia comprar uma fita para ele escrever e assinar só para eu ter uma. Parece-me bem!

5 comentários:

A disse...

Por que não? Nunca é tarde :p

Maria disse...

R: muito obrigada! Vou tentar passar por cá sempre que conseguir :)

Blackbird disse...

Acho que devias mesmo fazer isso :P

Tulipa Negra disse...

Parece-me bastante bem.

R: Já li todos os livros que tenho aqui por causa por isso vou comprar uns quantos para ler quando for de férias.

Lis disse...

fá-lo :D