terça-feira, 29 de julho de 2014

Abrindo a porta

As minhas férias vão a meio ou algo parecido com isso. Sou o tipo de pessoa que não gosta muito do verão, nem de férias, quase. Sinto-me mal por não ter nada de substancial para fazer. Este foi o motivo principal pelo qual criei este blog. E quem sou eu, perguntam vocês.

Sou uma pessoa - ando ali entre o jovem e mulher - de 27 anos feitos há pouco tempo. Junto dinheiro, com o meu trabalho, para ir morar sozinha num futuro próximo. Ensino crianças de várias idades (dos 6 aos 15 anos) e, ao contrário do que se possa pensar, gosto muito do meu trabalho. Odeio planear algo porque na minha vida nunca resulta. Tenho poucos amigos, juro que é verdade, e não me importo com isso, sou feliz graças a eles. Sou uma pessoa totalmente normal.

Agora, porque escolhi este título para o blog? Porque amo alguém que mora a quilómetros de mim. Num outro país, para ser mais exata. 
Não pretendo tornar este meu amor o tema principal do blog, se é que isto vai viver o bastante para haver temas, mas pareceu-me certo ter um título que legendasse uma grande parte da minha vida.

Sejam bem-vindos ao meu blog. 


5 comentários:

Adelisa M. disse...

R: obrigada pelas sugestões :)

Mel disse...

Sê bem vinda! Adorei o nome do blog, pelo o assunto que tem associado. Amores assim são difíceis, mas para aguentarem são, certamente, muito fortes! Espero que um dia, possas diminuir essa distância. Beijinhos

Olivia disse...

Obrigada 😄 e sim, difícil mas, acima de tudo, muito forte e deixa-me muito feliz!

Olivia disse...

De nada :)

Sérgio disse...

Bem vinda a este mundo, :)
Se trabalhas com crianças tens um dos melhores trabalhos do mundo.
Na amizade não são precisos muitos amigos mas poucos e bons. O amor é o sentimento mais forte que existe no mundo e na vida de cada um, por isso o que está longe ou muito longe hoje pode estar bem perto de nós um dia destes.

beijinhos.*